Olá a todos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Olá a todos

Mensagem  Emanuel Santos em Sex Dez 30, 2011 6:57 am

Sou o Emanuel Santos, sempre gostei de artesanato mas foi depois de um AVC na fase de recuperação dediquei-me de corpo e alma, fica aqui e um bocadinho da minha historia


De bicicleta contra o AVC
Emanuel Santos reaprendeu a viver aos 41 anos, após um AVC. E decidiu avisar o país de que há males evitáveis
2010-08-30 - JORNAL DE NOTICIAS
IVETE CARNEIRO
Foi um AVC, daqueles que não avisam, a não ser por via do senso comum. Emanuel Santos comia bem, bebia melhor ainda e fumava dois maços por dia. Andava num stresse constante na ânsia de criar a sua própria empresa, depois de uma vida de ganhos e perdas, estas a começar pela morte do pai e a acabar no emprego.

Foi no dia 6 de Novembro do ano passado. Uma madrugada iniciada com um formigueiro e terminada na inércia absoluta, atirado no patamar do apartamento, dedo encostado à tecla verde do telemóvel. À espera que alguém ligasse, porque a ele, ali perdido, os números pareciam hieróglifos. Foi socorrido. Foi diagnosticado. Foi quase desenganado. Não falava, não andava, não escrevia, não lia. Não recuperaria.

Recuperou. E decidiu mostrar aos outros como foi, por que foi e como se deve evitar. Nove meses depois, Emanuel Santos faz 40 km de bicicleta por dia, à velocidade de um sobrevivente. E vai levar a mensagem país fora, numa volta ao Portugal dos hospitais. Mete pés aos pedais no dia 29 de Outubro, com partida do Hospital de Vila Nova de Gaia, que foi o que o salvou. Com a foto do sobrinho no guiador. "É a minha inspiração".

"Quero ir aos hospitais dar o meu testemunho aos doentes que estão como eu estive", motivá-los a ter força. Emanuel quer chegar também aos jovens, àqueles que vê "com o copo numa mão e o cigarro noutra" quando passa pela Baixa. "Quero que vejam como eu fiquei".

Emanuel Santos pede agora a ajuda das autarquias por onde vai passar para arranjar formas de juntar plateias a quem contar a sua história. E acredita na solidariedade alheia para descansar dos quilómetros. "Nem que seja nos bombeiros".

"Ainda não chegou a minha hora". Com a palavra quase límpida, os gestos quase sincronizados e uma vontade de viver indomável, Emanuel parte por um ano. Ou o que for preciso. Estas coisas dos AVC não se compadecem com calendários estipulados, nem horas contadas. "Devagar chegarei onde os outros chegam".

Emanuel Santos

Mensagens : 2
Data de inscrição : 30/12/2011
Idade : 48
Localização : Porto

Ver perfil do usuário http://emanuelsantosbijuteria.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum